terça-feira, 26 de abril de 2011

No jardim da residência oficial do PM

A tarde estava quente. Depois de algum tempo na fila para poder entrar, o sítio mais cobiçado eram as espreguiçadeiras colocadas à beira da piscina. Esta encontrava-se cheia. Mas a água estava turva. Turva e cheia de impurezas.

5 comentários:

  1. Ora, António. Eu também não sou frequentadora, aliás, foi a primeira vez que fui à residência oficial do PM. E sabes que mais? Apesar de só se poder ver uma parte gostei de conhecer. Eu sou daquelas pessoas, talvez ingénuas, que ainda acha que a política é uma actividade muito nobre. E o espaço é o mesmo independentemente de quem é o PM na altura. :)

    ResponderEliminar
  2. Analima, eu também sou dessas pessoas, talvez ingénuas :)

    ...imagino a água turva...

    beijinho

    ResponderEliminar
  3. Pois, os ingénuos também são necessários, Ana Paula. :)

    ResponderEliminar